Peça já seu orçamento!

Dicas importantes para tirar seu visto americano

por | set 19, 2019 | Documentos de Viagem, Planejamento

Post atualizado em 01/2022. Valores informados atualizados nesta data.

OBS Importante: Uma vez que os Consulados ficaram com as atividades suspensas por aproximadamente 1 ano e 6 meses devido a pandemia, até o momento desta atualização, há uma demanda reprimida para atendimento dos turistas em busca de renovação e emissão de novos vistos. Se o você já possui um visto válido e ele está com vencimento previsto para 2022, nossa sugestão é dar entrada o quanto antes no requerimento de renovação do seu visto, pois até o momento a agenda está bastante concorrida.


 

Vamos falar do maior temor de quem está começando a se preparar para passear na Terra da Magia: a solicitação do visto Americano.

O formulário DS-160 é procedimento obrigatório para todos os solicitantes do visto americano de não imigrante.  Nesta categoria, estão diversos tipos de visto, como turismo, estudos, negócios, entre outros. O visto mais solicitado para quem vai fazer turismo, é  B1/B2 – Negócios e Turismo. A taxa consular a pagar para o visto B1/B2 é de US$ 160,00 (dólares). Esse valor poderá ser pago via cartão de crédito ou boleto, ambos a vista. O boleto já será gerado automaticamente com valor convertido em reais, com  vencimento para até 5 dias. No cartão de crédito, o débito também será feito em reais. 

Uma vez que seu visto for concedido, se não puder buscá-lo no consulado, pois não fica pronto no mesmo dia, ele pode ser enviado para seu endereço. O valor para envio é de R$ 55,00 (reais). Essa opção já deve ser escolhida e paga no momento do agendamento. O pagamento é aceito apenas via cartão de crédito. 

O planejamento antecipado pode facilitar o processo de solicitação de visto. Solicite seu visto com bastante antecedência de sua viagem! Vamos para algumas dicas que vão te ajudar neste processo!

  • Para viajantes brasileiros, é necessário que o passaporte esteja válido durante o período de permanência. Viajantes de outros países necessitam de passaporte válido por, no mínimo, seis meses para além do período de permanência nos Estados Unidos, a menos que o seu país seja isento desse requerimento. Fizemos um post explicando detalhes importantes dos documentos de viagem além de algumas dicas sobre documentação de viagem. Para ler, clique aqui.
  • Antes de preencher o formulário DS-160, você precisará escolher qual o posto consular que deseja realizar sua entrevista presencial. Existem 5 postos do Consulado Americano no Brasil: São Paulo; Rio de Janeiro; Recife; Porto Alegre e Brasília.
  • Compre as passagens apenas quando tiver o passaporte com o visto emitido em mãos. Inclusive o consulado não vê com bons olhos quem compra as passagens antes de ter o visto.
  • Se você não está pretendendo fazer nada de errado, não tem por que mentir. Sempre fale a verdade no formulário e na entrevista, pois o consulado verifica todas as informações. Se irá contratar uma agência para fazer o preenchimento do DS-160, não confie naquelas que lhe instruem a mentir. Isso nunca é um bom sinal.
  • Se você é divorciado(a), deverá inserir os dados de todos os seus ex-cônjuges. Neste caso, é necessário saber o nome completo da pessoa, data de nascimento, local de nascimento, bem como data de casamento e de divórcio ou separação. Também deverá escrever o motivo da separação. Evite desenvolver muito sobre o motivo da separação. Seja breve e claro. Um simples “Incompatibilidade de personalidades” já serve. Se o agente consular quiser saber mais detalhes, ele lhe perguntará no momento da entrevista.
  • Leve todos os documentos possíveis, principalmente os que comprovam a renda informada do DS-160 (IR, extratos bancários, holerites, etc). Eles podem nem querer ver, mas se pedirem e você não estiver com essa documentação, será um problema. Se possui bens em seu nome, não custa nada levar os documentos que comprovem suas propriedades.
  • Se você contratou agência ou pediu para alguém preencher seu formulário, é importante colocar os dados de quem preencheu. Há um campo que pede essa informação ao final do preenchimento. Isso pode te ajudar muito caso quem preencheu tenha colocado alguma informação diferente do que você falar na entrevista.
  • No formulário é solicitado preenchimento do endereço em que irá ficar nos EUA. Pode ser informado o endereço de algum hotel da região onde pretende ir. Esse campo é obrigatório. Se o agente consular lhe perguntar que local é esse, poderá falar sem problemas que é um hotel que pesquisou na internet em suas consultas para organização do orçamento de viagem.
  • Quando o agente consular lhe fizer perguntas, limite-se a falar apenas o que foi questionado, sem enrolações. Já vimos pessoas não serem aprovadas na entrevista por falarem demais e se enrolarem com as respostas. Então, fale pouco e seja objetivo.
  • É obrigatório informar o nome ou link de todas as suas contas em redes sociais utilizadas nos últimos 5 anos. Se não tiver nenhuma, não tem problema, basta informar que não tem. Mas novamente… não minta. Essa informação é muito fácil de ser descoberta caso eles queiram rastrear. Inclusive, aqui vale um adendo: no momento em que chegar aos EUA e estiver passando pela imigração, o agente poderá pedir seu celular para checar o que ele quiser. Se você se recusar a dar, ele pode recusar sua entrada no país. Então mais uma vez, mentir nunca é uma boa opção.
  • Não pode entrar no consulado com celular, bolsas, malas e mochilas. Só é permitido entrar com sua pasta de documentos e não adianta insistir. Mas não se preocupe, pois nas redondezas de todos os consulados, há estabelecimentos que alugam armários com chave para deixar seus pertences caso não tenha com quem ou onde deixar.
  • Seu visto não é uma garantia de que poderá entrar no país. Se no momento da imigração o agente suspeitar de algo, ele pode não permitir sua entrada e te mandar voltar pra casa. Então, sempre seja o mais verdadeiro possível.

Estas são apenas algumas dicas para você ter sucesso no processo de solicitação de visto. Além disso, temos alguns outros pontos relevantes:

  • O preenchimento do formulário DS-160 é o primeiro passo. É importantíssimo que o preenchimento seja feito com muita cautela. Nele são solicitadas informações relativamente simples, porém, se preenchidas incorretamente, poderá acarretar uma não aprovação no momento da entrevista. Preste muita atenção pois o formulário é em inglês. A entrevista geralmente é a parte mais tensa e é um momento decisivo.
  • O  visto por via de regra, tem validade de 10 anos, porém, se o agente consular, por qualquer razão que ele não irá lhe explicar, achar que deve te conceder o visto por um período menor, ele poderá fazê-lo. Já ouvimos relatos de pessoas que receberam o visto com validade de apenas alguns meses.

Por isso, a preparação para esse momento é muito importante.

 

Nossa agência faz todo o processo de preenchimento do formulário DS-160, além de dar toda a assessoria a fim de instruir nossos passageiros para o momento da entrevista. Se você mora em outra cidade, não tem problema, pois fazemos nossa reunião para as devidas instruções da entrevista via chamada de vídeo. Saiba mais sobre a assessoria clicando aqui.

 

P.S: Foto enviada por uma de nossas passageiras logo após ter seu visto concedido no Consulado de Porto Alegre. Direito de imagem autorizado pela mesma.

Amanda Gagliastri

Travel Designer

    0 comentários

    Enviar um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *