Peça já seu orçamento!

Como eu consegui trabalhar na Disney?

por | jul 12, 2018 | Trabalhar na Disney

Sempre que eu encontrava algum brasileiro durante meu trabalho lá na Disney e eles descobriam que eu era brasileira todos me perguntavam como eu consegui isso (muitos até perguntavam se eu estava ilegal lá! kkk) então por isso, no post de hoje eu vou contar tudo em detalhes para vocês.

Os pré-requisitos

Para ir trabalhar na Disney e começar uma carreira lá você precisa começar realizando o ICP: International College Program. O ICP é um programa para universitários, com mais de 18 anos, que falem inglês, durante o qual passamos em média 2 meses e meio trabalhando nos parque da Disney em Orlando. Percebam que eu disse com mais de 18 anos, portanto não há limite de idade, a condição essencial é que você esteja matriculado num curso de graduação. Inclusive, conheço várias pessoas que eram formadas, eram mais velhos, e se matricularam novamente em uma faculdade só pra poder realizar o sonho de trabalhar na Disney.

Sobre o nível de inglês, muita gente me pergunta se precisa ser fluente. A resposta é: mais ou menos. Muita gente acha que ser fluente significa falar como um norte-americano, e no meu ponto de vista não é isso. Fluência significa que você consegue se virar, tem um vocabulário razoável, e fala “sem travar”. Se você concorda comigo que isso é fluência, então sim, você precisa ser fluente para trabalhar na Disney, mas se você acha que ser fluente é falar como um nativo, então não. Muitos amigos que trabalharam comigo não tinham um nível de inglês tão alto, cometiam alguns errinhos, e as vezes não entendiam 100% do que os Guests (visitantes) falavam, e acreditem, isso é normal e plenamente aceitável.

A inscrição

Dito tudo isso, se você se encaixa em todos esses pré-requisitos, então você pode participar do processo seletivo. O processo seletivo é organizado pela STB, a única agência de viagens autorizada pela Disney para intermediar esse programa aqui no Brasil, e é no site deles que vocês podem se inscrever. As inscrições abrem sempre em meados de abril, mas não existe uma data fixa. O melhor jeito de ficar à par de todas as datas e não perder nada é participar de um grupo no facebook chamado “Futuros Cast Members”, onde todos os participantes e ex Cast Members se ajudam com as dúvidas do processo.

Foto de capa do grupo “Futuros Cast Members 2017/2018” facebook

Um pouco antes das datas de inscrições, a STB libera as datas e locais das palestras obrigatórias que todo participante deve comparecer, pois nelas eles dão mais detalhes sobre o programa em si, como os custos, possíveis funções de trabalho, datas de ida e volta, etc. Além disso, a primeira entrevista acontece já no mesmo dia, depois da palestra, e dependendo do número de candidatos elas podem durar alguns dias. Por isso estejam preparados para talvez não conseguir ir para a cidade da palestra e voltar no mesmo dia, porque talvez não dê tempo de realizar sua entrevista no mesmo dia.

É importante lembrar que o ICP é um programa muito concorrido, que tem ganho cada vez mais visibilidade, então no dia da inscrição se programe antes do horário, use computador, tablet, celular, tudo que for possível, e se prepare para tentar acessar um site que muito provavelmente estará congestionado.

Caso você não consiga se inscrever, seja por esgotamento das vagas ou porque você não conseguiu acessar o site, NÃO SE DESESPERE. Todas as palestras possuem uma fila de espera, então você pode ir para tentar pegar as vagas que sobrarem no dia (mas você precisa chegar muuuuito cedo pra isso).

As entrevistas

Durante o processo todo são realizadas duas entrevistas: a primeira no local da sua palestra, e a segunda em São Paulo, no escritório da Disney. Apesar de não serem divulgados os números de vagas a cada ano, nós sabemos que é um número muito limitado, e por isso o grande “filtro” de candidatos acontece na primeira entrevista. Você só chegará a fazer a segunda entrevista se passar da primeira.

Escritório da Disney em São Paulo

Ambas as entrevistas são em inglês, e a principal diferença entre elas é que a primeira entrevista é em grupos pequenos (a minha foi em trio) e a segunda é individual. Para realizar ambas as entrevistas você precisa apresentar o seu currículo em inglês e ter selecionado quais são as roles (funções de trabalho) que você mais gostaria, pois muitas perguntas partirão disso. Em breve farei mais alguns posts detalhando melhor as possíveis roles, dicas de entrevistas, meu dia-a-dia de trabalho, etc. Fiquem de olho!

A aprovação

Depois que você passa pela segunda entrevista, você tem que aguardar em média um mês pelo resultado. São três os possíveis resultados: reprovado, stand-by e aprovado. Se você ficar em stand-by, fique calmo, pois você ainda tem chances sim de ser chamado (tive um amigo que foi chamado à menos de um mês da data de embarque). Os resultados vêm por e-mail, e esses e-mails vêm em ondas, o que é muito desesperador pois você vê todos os seus amigos recebendo e-mails e nada do seu. Mas acreditem, quando chega o tão esperado e-mail, é um alívio e alegria tão grande que é impossível descrever. Guardo meu e-mail até hoje com muito carinho!

 

Nesse e-mail você receberá sua Job Offer, que nada mais é que o seu contrato de trabalho com a Disney, e é nela que você descobrirá qual vai ser sua role. Para a maioria das pessoas sempre é uma surpresa quando você descobre sua role, pois pela sua entrevista você imagina X e o entrevistador te dá Y. Foi o que aconteceu comigo, mas fico extremamente feliz com a escolha realizada pelos entrevistadores, pois foi a melhor coisa que me aconteceu! Para quem não sabe, eu fui merchandise (os Cast Members que trabalham nas registradoras nas lojas) no Magic Kingdom, mais especificamente na Main Street East, que é o lado direito da rua principal que vai pro Castelo.

 

Eu espero que vocês tenham gostado de saber como esse sonho se realizou, e desejo do fundo do meu coração que aqueles que possuem o mesmo sonho também o tornem realidade. Quaisquer outras dúvidas que vocês tenham, comentem, mandem inbox, se sintam a vontade para interagir conosco. E pra finalizar, aqui vai uma foto com os chefinhos mais lindos desse mundo, no dia da minha formatura, pra deixar vocês com mais vontade de participar desse programa incrível!

Have a Magical Day everyone!

Bárbara Gagliastri

23 anos, Ex Disney Cast Member - ICP 2017/2018

    7 Comentários

    1. Cláudia Ribeiro

      uouuu! Que sonho Bárbara! E o trabalho em si valeu a pena? Pergunto porque ser visitante é uma coisa e ser funcionário deve ser outra. Eu quero muito que meu filho vá, mas tenho medo.kkk. Você repetiria a experiência?

      Responder
      • Bárbara Gagliastri

        Oii Claudia! Então, o trabalho em si varia um pouco de loja pra loja, de função pra função, mas em geral é um trabalho mais mecânico. O que eu acho que valeu muito a pena foi a experiência de morar nos EUA, morar sozinha e conhecer a Disney como empresa. Além é claro de algumas vantagens de funcionário como a entrada livre para os parque rs O salário também vale muito a pena, pois não temos tantas despesas, então dá pra economizar e comprar muita coisa legal. Super recomendo o programa pra qualquer um, e se eu pudesse com certeza repetiria a experiência!

        Responder
    2. Tatiana

      Oi Bárbara! Que sonho trabalhar na Disney!
      Sobre este programa, existe restrições?
      Já ouvi que eles não aceitam pessoas com tatuagens. Isso é verdade?
      Beijos!

      Responder
      • Bárbara Gagliastri

        Oi Tatiana! É com certeza um sonho! <3
        Existem algumas restrições sim: é necessário ter mais de 18 anos, estar cursando algum curso do ensino superior, e falar inglês. Sobre eles não aceitarem pessoas com tatuagem, não é verdade não! Existe sim o que chamamos de Disney Look, que são essas regrinhas de visual, mas a tatuagem não é um problema desde que você consiga ocultar ela, seja com o uniforme ou com maquiagem.

        Beijos!

        Responder
    3. Rebeka

      Olá!!! que sonho!! obrigada por dividir com a gente sua experiência!
      Sou apaixonada pela Disney, e tenho vontade de ser CAst member, mas já sou mais velha (tenho 28 anos), porém, estou cursando uma 2a graduação.

      Minha dúvida é se, para trabalhar lá, é apenas nesse programa (+/- 2 meses de trabalho temporário) ou se tem por prazo mais longo. Você sabe dizer?

      Obrigada!!

      Responder
      • Bárbara Gagliastri

        Olá Rebeka!

        Então, para nós brasileiros existem 3 opções de programa: o International College Program (ICP, que é esse que eu fiz), o Park Greeter (PG), e o Guest Relations (GR). Os 2 primeiros duram 2 meses e meio, mas acontecem em épocas diferentes do ano (o ICP é no final do ano, e o PG é no meio). O Guest relations é o único que é maior: ele dura 1 ano. Porém, pra poder chegar a fazer o GR, você precisa ter feito o PG, e para fazer o PG, você precisa fazer primeiro o ICP. É uma escadinha né, então não tem como evitar, tem que começar pelo PG pra poder fazer o programa que dura mais tempo.

        Espero ter respondido sua dúvida!

        Abraços!

        Responder
    4. Giovanna Tavarone

      Eu te mandei uma mensagem pelo messenger (desculpa a invasão de privacidade desde já) mas eu realmente queria esclarecer algumas dúvidas. Muito obrigada pelos posts ❤️❤️❤️

      Responder

    Enviar um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Precisa de ajuda? Converse com a gente!